ISO 9001
Certificação ISO 9001 na construção civil: entenda a importância
dezembro 17, 2019

Indústria da construção: perspectivas favoráveis em 2020

Indústria-da-Construção.png

O termômetro do ICEI da Construção Civil apresenta alto índice de confiança. Fonte: CNI

O ano começa favorável para a indústria da construção. De acordo com indicadores econômicos da Confederação Nacional da Indústria (CNI), os investimentos devem ter alta de 6,5% em 2020. Com isso, empurram o crescimento da indústria brasileira para 2,8 %. Acima do previsto para a economia (2,5%). Os números são dos Indicadores Econômicos – Sondagem Indústria da Construção da CNI, divulgado em dezembro.

Os índices refletem tendência futura de intenção de investimento, expectativas e confiança. Na amostragem, atingiram a marca de 42,2 pontos em novembro. Melhora significativa diante aos 37,9 pontos registrados em outubro de 2019. Contudo, os indicadores relacionados à produção tiveram ligeira queda.

“Os empresários estão otimistas em relação aos rumos do setor” – CNI

Para a CNI, a melhora nos índices sugere que a recuperação da indústria da construção permanece em curso. “Ressalta-se o avanço na intenção de investimento, possivelmente, refletindo as condições mais favoráveis de mercado, que contribuem para previsibilidade do investimento. A confiança dos empresários aumentou, impulsionada pelas condições da empresa, principalmente”, comentou a CNI no folhetim.

Índice de Intenção de Investimento

A pontuação da pesquisa vai de 0 a 100. Portanto, conforme apontado na imagem de Índice de Intenção de Investimento, quanto maior o valor, maior é a disposição do empresário da indústria da construção para investir. Esta edição da amostra foi realizada entre 2 a 11 de dezembro de 2019 com 469 empresas de pequeno, médio e grande porte.

Empresários esperam crescimento

Os índices de expectativa demostraram otimismo dos empresários em relação ao crescimento do setor nos próximos seis meses. A confiança de nível de atividade aumentou, por exemplo, aumentou 2,4 pontos em relação a novembro (atingiu 57,3 pontos). Já o indicador de novos empreendimentos e serviços aumentou 2,7 pontos de novembro para dezembro, alcançando 56,6 pontos, e está 1,4 ponto acima do valor registrado há um ano.

Para retratar o alto nível de confiança do empresariado da indústria da construção, o CNI apresentou o termômetro de Confiança do Empresário da Construção (ICEI-Construção). O índice registrou 63,1 pontos em dezembro, o que significa aumento de 1,1 ponto frente a novembro de 2019. O valor é o segundo maior desde fevereiro de 2011, abaixo apenas do registrado em janeiro de 2019.

E as boas notícias não param por aí. Todos os componentes do ICEI aumentaram, mas o índice de condições atuais aumentou mais que o de expectativas, influenciado pelas condições da empresa. O ICEI está 9,4 pontos acima de sua média histórica e 13,1 pontos acima da linha divisória de 50 pontos. Tais valores, de acordo com o estudo do CNI, indicam que os empresários estão confiantes em relação aos rumos do setor.

Fique por dentro da conjuntura do mercado e assuntos mais importantes da indústria da construção. Cadastre-se na nossa newsletter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *