SIPAT: entenda sua importância para segurança da equipe
setembro 26, 2020

Retomada da confiança: pesquisa da CNI revela crescimento

A retomada da confiança segue elevada e disseminada entre os empresários da Indústria brasileira. É o que mostra o do último relatório de Indicadores Econômicos da Confederação Nacional da Indústria (CNI). De acordo com eles, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) passou de 57,0 pontos em agosto para 61,6 pontos em setembro.

Com a alta de 4,6 pontos do mês, o indicador não apenas supera a marca dos 60 pontos – a última vez que isso havia acontecido havia sido em março – como também se situa mais próximo ao observado em fevereiro, antes dos efeitos da pandemia de Covid-19 sobre a economia (quando estava em 64,7 pontos). “Com o aumento da confiança, a Indústria deve voltar a contratar trabalhadores e a investir, estimulando o processo de retomada da economia”, estima o relatório do CNI.

Lembrando que começamos o ano com a confiança (ICEI) acima da média (63,7). Em seguida tivemos queda chegando ao pior índice desde que o CNI começou a consultar (34,5 em abril) e agora o índice está acima da média novamente (61,6 em setembro).

Retomada da confiança em todos os setores

E as boas notícias não param por aí. Em setembro, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) cresceu em todos os 30 setores da indústria considerados na pesquisa. Além disso, este aumento foi superior aos 50 pontos em todos.

O ICEI da Indústria da Construção, por exemplo, alcançou 56,7 pontos, após crescimento de 2,7 pontos em setembro. É a quinta alta consecutiva do índice, que acumula crescimento de 21,9 pontos desde abril. Todos os três setores da Construção considerados registraram aumento do indicador. Eles já estavam confiantes desde o mês anterior.

Indústria da construção

Com a alta, o ICEI-Construção se distancia de sua média histórica e da linha divisória de 50 pontos, que separa confiança de falta de confiança. De acordo com o gerente de Análise Econômica do CNI, Marcelo Azevedo, o indicador de confiança mostra sentimento de confiança maior e mais disseminado entre os empresários da indústria da construção. “A alta da confiança promove a volta das contratações do setor, que por sua vez auxilia o processo de recuperação da economia”, explica Azevedo.

Ainda segundo a CNI, a evolução do indicador de intenção de investimento registrou aumento da disposição para investir por parte dos empresários do setor em agosto. A intenção de investimento alcançou 44,4 pontos em agosto, após aumento de 4,9 pontos. Foi a quarta alta consecutiva do indicador, o colocando no mesmo nível registrado para fevereiro, pré-pandemia.

Fique por dentro de informações da Indústria e Construção acompanhando o canal de notícias da POSSEBON!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *